A importância do manual de instrução.

 

Rodrigo não entendia o motivo do seu novo aparelho eletrônico não realizar o que prometiam

na propaganda.  Ele fuçava aqui, mexia ali e nada. Ligava, desligava, às vezes gritava de raiva

perdendo a paciência, mas nada disso resolvia.

-“Por que, por que?” – questionava o rapaz.

Passadas algumas horas, desanimado por não conseguir que o aparelho fizesse aquilo que ele

tanto desejava, Rodrigo saiu decepcionado de seu quarto para refrescar a cabeça. Foi quando

encontrou seu pai na sala, que percebendo o rosto fechado do rapaz foi logo querendo saber o

motivo.

O pai, pacientemente, ouviu todo o desabafo do filho, sobre o aparelho que não fazia

determinadas coisas que ele tanto esperava.

Então, depois que o rapaz cansou de reclamar, seu pai assim lhe perguntou:

-“Filho, você procurou ler o manual de instruções do aparelho para saber direitinho como ele

deve ser operado?”

Mudo, com um olhar de interrogação, Rodrigo confessou que nem tinha se lembrado do manual.

Então o pai concluiu a conversa:

-“Pois então esfrie a cabeça e depois procure ler atentamente o manual do aparelho.

Com certeza você irá encontrar nele a solução para o seu problema!”

 

Amiguinho: estamos no mês de setembro, especialmente dedicado à Bíblia, a Palavra de Deus.

Se os aparelhos eletrônicos têm seu manual que ensina como eles devem ser operados, assim

também nós, cristãos, temos um “manual de instrução” que nos ensina como devemos

proceder para vivermos felizes e em paz com Deus e com os irmãos. Este manual de instrução

é a Bíblia, na qual encontramos aquilo que Deus planejou para que fôssemos felizes.

Então, peça para seus pais lerem diariamente, com você, este verdadeiro “manual de instrução

do Cristão”, que é a Bíblia, falou?!

 

Deus te abençoe.